Começam as atividades de campo do projeto da EMBRAPA Uva e Vinho em parceria com a Metos Brasil

Metos Brasil

Metos Brasil

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Na semana passada, o pesquisador Fábio Rossi Cavalcanti e a analista Camila Reis, da Metos Brasil, fizeram a instalação nos vinhedos da primeira das três estações agrometeorológicas de IOT (Internet of things), que irão alimentar o sistema. A triangulação entre as estações fornecerá dados para alimentar um sistema de alerta Georreferenciado para míldio da videira, o MAHM: Modulo de alerta de doença por heat map (patente no INPI, BR512019992684-5/2019).

O desenvolvimento deste ativo está vinculado ao projeto de Produção Orgânica liderado pelo chefe de P&D, João Fioravanço, e tem como objetivo gerar soluções através de softwares e aplicativos para auxiliar no manejo de doenças da videira, permitindo identificar os focos de infestação. Está sendo executado numa parceria entre a Metos Brasil subsidiária da empresa austríaca Pessl Instruments, a Embrapa Uva e Vinho (inteligência em controle automatizado de doenças de planta) e Embrapa Informática Agropecuária.

A iniciativa vai marcar a estreia da Embrapa Uva e Vinho no AgroAPI, Plataforma de APIs da Embrapa que oferece informações e modelos agropecuários gerados pela Embrapa que podem ser utilizados por empresas, instituições públicas e privadas e startups para o desenvolvimento de softwares, sistemas web e aplicativos móveis para o setor agropecuário, com redução de custo e de tempo.

Newsletter 

Cadastre-se em nossa newsletter para receber gratuitamente nossas novidades, dicas de como otimizar sua lavoura, informativos de mercado e lançamentos sobre as soluções da Metos Brasil.